segunda-feira, 5 de julho de 2010

Vem comigo

Vem comigo, anda comprar dois bilhetes só de ida para o comboio sem destino, onde a amizade e o amor são verdadeiros, a juventude é eterna, não há doenças, está sempre bom tempo e nunca temos frio ou fome. Ouvi dizer que lá as conversas terminam sempre com um sorriso sincero e não existe o ódio ou o sofrimento. Vem viver o final das histórias dos livros onde tudo acaba bem, como as memórias daquele passado que nunca vivemos.

Vem comigo e deixa de estar na escuridão, ou deixa-me estar contigo na tua escuridão, vem como és, como sempre foste, como eu sempre esperei que fosses, desta vez sem promessas e juras eternas, sem mentiras e canções em playback. Vem andar de bicicleta, mesmo que não saibas e tenhas medo de cair, vem nadar comigo, mesmo que tenhas medo de te afogar, coloca a tua vida nas minhas mãos e confia que não vou deixar que nenhum mal te aconteça.

Vem comigo, ou então deixa-me estar na solidão, longe da tua ambição claustrofóbica, dos fantasmas que te perseguem, das vozes esquizofrénicas que me obrigaste a ouvir durante todos estes anos. A verdade é que tenho medo de ficar sozinho, mas mais medo ainda que venhas comigo. Nunca me protegeste de nada, nem mesmo de mim mesmo. Para onde eu quero ir não há portas, nem janelas, mas também não há paredes. Talvez encontre o que procure, ou talvez fique apenas sentado à espera que venhas comigo.

39 comentários:

luiz scalercio disse...

cara bellissimo textos
nao dei pra ler tds
mas concerteza eu
volto pra ler tds

Sara Pinto disse...

que post bonito *-*

Luisa disse...

Prosa poética. Muito boa a escolha das palavras.
O texto é doce, bem sutil.
Gostei muito. Vou acompanhar o blog.

Diego Alano disse...

Muito bom..também sou um amante das palavras...visita meu blog http://www.invisivelmundo.blogspot.com/
abraço!

Rafa disse...

bom texto. sabe usar com doçura o portugues.. a parte das canções sem playback foi engraçado. vi a britney spears lendo isso!! hehe

Mas sensibilidade e um eulirico formam a receita de bons textos. o seu por exemplo..

curti.

----
se quiser passa lá depois
http://culturapoperudita.blogspot.com/

30 e poucos anos. disse...

nada melhor do que estar só para sentir falta ...

Jân Bispo disse...

Encontrar verdade transcritas anda dificil, depois que essa tal "Mãe Internet" apareceu muita gente sem talento se deu o direito de se achar escritora, e eis então escritos valorosos, ai está o seu texto "vem comigo" gostei da simplicidade na medida certa e da sofisticação do eulirico que se faz presente no seu texto. parabéns vc escreve muito bem. e na verdade somos todos assim complexo com pensamentos conflitantes de querer e não querer a solidão, de querer e não querer amor, companhia, risos, verdade. foi muito bom passar por aqui... acho que passo mais vezes. abraços!

Alice Daniel disse...

Muito bonito o texto. Apesar de ser um texto forte pelo apelo, é leve e simples na essência. Um pedido de amor.

Fabricio bezerra da guia disse...

Cada parágrafo é uma reflexão sobre várias coisas.Muito legal

Jonatas Fróes disse...

Prosa poética ultraromantica. Não sei se rola essa referência, mas em alguns pontos lembra bastante a narrativa de "Budapeste" do Chico Buarque.

[]'s

http://musikaholic.wordpress.com/

Daniel Silva disse...

embora eu também seja um amante das letras, não tenho capacidade pra escrever coisas assim. puta inveja.

abraço

Joice Kelly disse...

Fiquei intrigada sobre quem vc esta falando, com quem... esta aqui nesse mundo?.. :)

Giovanna Vilela disse...

Gostei muito do texto. Vou ler os outrpos com calma.

ate mais *

Mariana disse...

Lindo texto!
Ansioso para o segundo filme de Atividade Paranormal?! Eu estou, apesar de ter tido um pouco de medo no primeiro kkkk.

Beijos

http://younglifee.blogspot.com

Murilo ZD disse...

é bonito porém não melâncólico como a maioria dos textos que vejo em blogs por aí .. teu eu lírico só é tímido..meio tristo com esse fato uehueheuhaush mas o texto foi bem contruido

Blog Lomadee disse...

Parabéns pelo ótimo blog.
Texto muito bom, bem doce.

Pobre esponja disse...

Fez 10 anos que o Cazuza morreu, ontem, e fazendo uma analogia com seu escrito, de versos dele: "Vem comigo, no caminho eu explico".

Isso aí
abç
Pobre Esponja

Iah-Hel disse...

Pra mim que tenho agorafobia foi #tenso ler a parte dos locais sem portas, janelas...fiquei pensando: pra onde vou fugir? rs Belo texto!

Gleison Harvyn disse...

Olá amigo, é certeza que eu volto pra ler os teus textos, pelo que vi parace ser um conteúdo bonito.
Parabéns pelo Blog.

FilipaCosta disse...

-Que testos lindos :X

Edson Bueno de Camargo disse...

Belo blog, boas energias.

Abraços,

Talles Azigon disse...

e a vida nos aprisiona em nossos propios sentimentos, como dira Drummond chega um tempo que a vida é uma ordem!!! maravilhoso Blog

ah estou concorrendo na final do VI eu tenho um blog na categoria literatura com o blog tallesazigon.blogspot, se você gostar do blog vai lá na comu Eu tenho um blog e vote na gente. abraços

Aline Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Ainda só li 2 textos seus e posso dizer que gostei bastante.
Uma bela escolha de palavras que resultam numa escrita perfeita.
Vou voltar e ler atentamente todos os outros porque, a avaliar pela qualidade dos 2 que li, sei que vai valer a pena.

Parabéns!

CatarinaVaz

Gabriel Pozzi disse...

como todos disseram, ótimo texto!

Karla Hack disse...

Adorei a sensibilidade e criatividade deste seu texto..
Muito bom!
;D

Pedro disse...

GOSTEI.

Asas Negras disse...

Por favor, me dê o endereço deste lugar. hehehe

Soube escolher muito bem as palavras. Gostei mesmo.
Vamos ficar so na vontade de ir prum lugar desses que existe somente na imaginaçao dos mais senciveis.

parabens

Aline Cruz disse...

Oii tem um selo para vc no meu blog...
Beijos!!

http://entrelinnhas.blogspot.com/

Adriana Janaína Poeta disse...

Linda mensagem. Parabéns.Sucesso e paz.

Samara Roque disse...

Um texto muito bom, parabéns. Queria poder ir para um lugar assim, onde tudo é bom e verdadeiro.

Guilherme Lombardi disse...

Excelente a forma como escolheu as palavras para que o texto ficasse mais sutil e poético.

Dih disse...

Muito alto astral.. Muito bom seu texto.. Parabens com o blog..

http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

Barbara Nonato disse...

Lindo! Adorei o encontro das duas escuridões, como se fossem as solidões que viessem fazer companhia uma a outra.
Teus textos são fenomenais!

BrilhosGifs.com disse...

Olá! Parabéns pelo seu Blog!
Já estou lhe seguindo!
Aproveitando também para divulgar os meus Sites...
Siga-me também!
http://www.martas-bgfs.com (Templates personalizados para Blogs)
http://www.brilhosgifs.com (Gifs para Orkut e enfeites para Blogs)
Abraços,
Marta.

Wellington disse...

Que post bonito! Gostei das ideias hehhehe quero ir para um lugar onde a comida não acaba rsrsrs não ter fome ai é ruim hihihi

Sucesso e abraços!

http://nwbgaido.blogspot.com/

Wellington disse...

"Vem viver o final das histórias dos livros onde tudo acaba bem." Gostei desta parte! ^^

Gostei do post também! =)

Grande abraço e Feliz 2011! Muito sucesso ao seu blog! =)

musicpris disse...

adoro esse texto!!