sábado, 27 de dezembro de 2008

O meu conto de Natal

A Morte, devoradora de todas as criaturas do Universo, aquela por quem todos se curvam, desde o animal mais feroz até ao homem mais sábio, aquela que tudo ofusca, até a luz da estrela mais brilhante de todos as galáxias. A Morte, a única coisa verdadeiramente certa da vida, aquela que faz os sinos tocarem uma valsa que ninguém dança, que arranca lágrimas, tristeza, angústia e solidão a todos os que ficam.

Um dia a Morte cansou-se, parou por uns instantes e sentou-se sobre uma pedra. Olhou em redor e viu crianças felizes a tomarem banho num riacho de àguas refrescantes, coberto de peixes de todos os tamanhos, cercado por flores de todas as cores e debaixo de laranjeiras perfumadas. Sentiu o aconchegante calor do vento da manhã e quando irrompeu um raio de sol por dentro do seu hábito negro, desatou a chorar.

Naquele preciso instante, apareceu um pequeno menino de cabelos pretos e olhar luminoso. Sem medo, pegou na ceifa como se fosse um brinquedo e aliviou um pouco do peso da Morte, que se fixou assustada nos seus olhos e escondeu um choro iminiente, finalmente perguntando com uma voz rouca e grossa:

- Mas tu não sabes quem eu sou?
- Sei, claro – respondeu o menino
- Mas então porque não tens medo de mim como todos os outros?

E o menino apontou para uma estrela que se via em pleno dia, em cima de uma manjedoura onde uma multidão silenciosa rodeava um casal humilde e uma criança acabada de nascer. A Morte aproximou-se, parou e, pela primeira vez desde a criação do mundo, esboçou um sorriso. Pegou na ceifa e foi-se embora revitalizada fazer o seu trabalho. Nada mais seria como dantes.

21 comentários:

André disse...

como eu gostaria que sonhos como este se tornasem realidade. a morte nao se sensibiliza nunca...em hipotese alguma vai deixar de fazer seu trabalho até o final dos tempos.

Gerlaine disse...

Muito bom o texto...
Como seria bom se a morte um dia parasse para ver as coisas boas da vida e conseguisse entender porque a tememos tanto...

danilo disse...

é um jogador médio mais valeu pela visita

Andrew disse...

muito profundo mesmo

mas, a morte não perdoa

verossimel disse...

tseria bom dmais se nossos sonhos pudessem tornar-se reais, ao menos alguns...

kbritovb disse...

mto bom msm

Suzy disse...

Lindo post!

A morte pode ser certa, mas não é tudo, por mais que sua força seja maior... o valor de aprender enquanto ela chega é maior; não é :D

Ane Batista disse...

Belo texto!

.:: Djoni Filho ::. disse...

Muito bonito o texto.. certamente voce citou o cristianismo quando falou da estrela em pleno dia, e a manjedoura... não sou cristão, sou pagão, mas ainda sim achei muito bonito o seu texto, e nao tenho nada contra o cristianismo. Aliás, eu acho que a rivalidade entre as religiões é uma das responsáveis por chamar a dona morte para nossa companhia.

Muita paz, alegria e felicidade para ti. ótimo blog ;]

Namastê!

Tiago Cervo disse...

Acho impossível que a morte um dia se canse de fazer seu trablho... Mas bom texto rapaz.

Grande abraço

http://ccdodia.blogspot.com/

Garoto do Blog disse...

PARABENS PELO BLOGG

sucesso pra vc

boas festas

t+

Marcel disse...

Aiaiai... acho que sou um pouco insensível a essas mensagens.
É bonita, sem dúvidas, mas a parte que eu mais gostei foi o primeiro parágrafo. Depois me lembrou um livro de auto-ajuda.

Ainda assim, seu blog é muito aconchegante. Gostaria de ler outros posts, em um futuro próximo.

Bobagem com Mouse disse...

Entrei para conhecer seu blog,gostei muito dos post, principalmente do
"Teu irmão morreu".
Tenha um Feliz Ano Novo!!!

Me visite quando puder:
http://oitentando.blogspot.com/

hdebarbamalfeita disse...

Gostei da forma lúdica como você escreveu esse conto parabéns...

danilo disse...

bom blog da uma passada no meu

Mikaella disse...

Gostei do texto... Mas a morte não é simpática. Jamais ri. Mas o teu blog é muito bom. Parabéns, (:

Anónimo disse...

estás chegando perto,
de que a morte é uma ilusão,
a menos de uns problemas burocráticos

gato-que-ri?

z

Carlos Vin disse...

Muito bacana...
O teu texto daria um bom script para um roteiro de um curta ou um longa metragem bem interessante..

Parabéns, cara

Um Feliz ano novo!

fada safada disse...

Que lindo, amigo.
Espero que teu Natal tenha sido bom e que o ano novo te surpreenda com muitas alegrias.

Abraços,
Fada

Mário Júnior disse...

Certamente eu gostaria mais do desfecho se eu fosse cristão...

தமிழினி disse...

Hi friend your site is realy cool .all your posts are realy sensible but i have noticed that your traffic is too slow .y cant you made a big traffic for your site . i have a good solution just submit your site to http://tamil10.com/en/ its one of the leading digg like site in india .iam pretty sure your traffic will be doubled within a few days so that yo can run a bigg traffic and earn more money from your site..

submit your site and make a huge traffic
http://tamil10.com/en/